Homens portugueses são os que dizem fazer mais sexo


Dados do estudo Global Health Survey promovido pela revista masculina Men's Health


Os homens portugueses são os que dizem fazer mais sexo, mas também são dos que estão mais insastifeitos com a sua vida sexual. Estes são dados de um estudo global promovido pela revista masculina Men's Health em 20 países, para averiguar a saúde e estilo de vida dos homens. Porém, os portugueses são os primeiros da lista dos 20 países no que respeita à alimentação saudável e ao sexo, conclui o estudo Global Health Survey.

Apesar do primeiro lugar em "relações sexuais declaradas" e quartos lugares no "número de parceiras sexuais por ano" e "experiência de casos extra-conjugais", na média ponderada entre sexo e relações pessoais Portugal aparece em oitavo lugar, atrás do Reino Unido (1º), Polónia, Holanda, Roménia, Filipinas, Índia e Ucrânia. Isto porque o score ponderado resulta da inclusão de vários factores: frequência semanal de sexo, número de amigos próximos, satisfação com a vida sexual, taxa de crescimento da população divorciada, taxa de matrimónio, número de parceiras sexuais, frequência de masturbação e casos extra-conjugais.


Os dados divulgados pela agência Lusa dão conta de que, por exemplo, no ítem "satisfação com a sua vida sexual", os portugueses estão em penúltimo, ou seja, 19º lugar. Com tudo isto ponderado, Portugal fica em oitavo lugar no ranking Sexo/Relações Pessoais. A mesma pesquisa também aponta Portugal como "o sétimo melhor país em termos de saúde masculina".


Segundo o inquérito, os homens mais felizes do mundo são os mexicanos, os filipinos são os que possuem amizades mais significativas, os norte-americanos são os que têm as maiores barrigas, os alemães são os que passam mais tempo de férias,s indianos são os que mais trabalham, os ucranianos são os que mais sofrem de doenças do coração e os chineses os que mais consomem junk food.

Portugal lidera na boa alimentação
No campo da alimentação, Portugal lidera o ranking, «fruto dos bons hábitos alimentares associados à designada dieta mediterrânica», pois apresenta o maior consumo de peixe e marisco, o terceiro lugar em consumo de vegetais e o quarto em consumo de fruta. No campo da saúde, Portugal ocupa o meio do ranking (10ª posição), devido a factores como o colesterol, índice de mortalidade por doenças cancerígenas e por acidentes vasculares cerebrais, prevalência de diabetes ou o nível de hipertensão ou pressão arterial elevada.


Conjugando todos os factores, Portugal «ocupa um grau de felicidade mediano (13º lugar), suportado por uma posição intermédia (10ª) no ranking da despesa do consumidor em lazer, explicado pelo padrão do poder de compra da população em geral», de acordo com o mesmo estudo. O estudo, que envolveu 20 mil homens em 20 países e incidiu sobre as áreas da saúde, nutrição, sexo/relacionamentos, emprego/stress e fitness/emagrecimento, foi complementado com dados da Organização Mundial de Saúde, Euromonitor International, Organização Internacional do Trabalho das Nações Unidas e do Estudo Global sobre Sexo da Durex.

Alguns dados do ranking
Países mais saudáveis:
1. Austrália
2. Holanda
3. Espanha
4. Canadá
5. Estados Unidos
País menos saudável: Ucrania

Países com vidas sexuais mais saudáveis:
1. Reino Unido
2. Polónia
3. Holanda
4. Roménia
5. Filipinas
País com pior vida sexual: Itália

Países melhor nutridos
1. Portugal
2. Espanha
3. Canadá
4. Itália
5. Grécia
País com a pior dieta: Ucrania

Países mais em forma:
1. Holanda
2. Canadá
3. Polónia
4. Ucrania
5. Reino Unido
País mais sedentário: Roménia

Países mais descontraídos
1. Espanha
2. Canadá
3. Austrália
4. Estados Unidos
5. Roménia
País mais stressado: Índia


Fonte: Lusa / Men’s Health Internacional
20 de Fevereiro de 2008
http://saude.sapo.pt/artigos/homem/ver.html?id=808599

Enviar um comentário