Masturbação & Masturbação Compulsiva


A masturbação é a prática da estimulação do corpo tendo como objectivo a obtenção de prazer sexual. Existem dois tipos de masturbação, a que é feita indivualmente (auto-masturbação) e a que é realizada com o auxilio de um parceiro e, neste caso, chamamos de masturbação mútua.

Já todos nós ouvimos falar uma infinidade de coisas sobre a masturbação, tanto negativas como positivas. Por exemplo, por volta do Séc. XIX, acreditava-se que a masturbação provocava envelhecimento precoce, impotência e infertilidade na vida adulta, cegueira, borbulhas, crescimento de pêlos nas mãos e queda de cabelo, entre muitas outras (atenção isto era no SÉC. XIX, felizmente estes mitos já foram todos postos de lado!!!). Actualmente, sabe-se que a masturbação faz parte do processo de desenvolvimento de qualquer pessoa, mulher ou homem, e que a maioria das pessoas já a praticou, pelo menos de uma forma ocasional, ao longo da sua vida.

No entanto, tal como em todos os tipos de comportamentos, a masturbação pode tornar-se compulsiva. Esta é um situação muito rara mas que pode transformar-se num problema. Esta situação acontece mais nos homens e tem pouco a ver com sexo. De facto, quando um homem se masturba compulsivamente, o acto está mais relacionado com stresse e ansiedade do que com qualquer outro factor. Transforma-se num tipo de comportamento que proporciona alívio a um indivíduo de um certo estado mental negativo.

A masturbação compulsiva torna-se um problema quando a pessoa deixa de fazer determinadas coisas que seriam importantes para poder ir masturbar-se, ou quando este comportamento embora lhe cause sofrimento é algo que não consegue evitar. Em algumas situações, este tipo de comportamento pode ser motivo de problemas conjugais.

A masturbação compulsiva interrompe o fluxo natural da vida. Em vez de escolher refugiar-se num momento privado de auto-satisfação, o indivíduo sente-se forçado a recorrer ao acto. Este tipo de comportamento pode interferir com a vida pessoal e nas relações e, normalmente, requer tratamento profissional.
.
O importante é saber que a masturbação não tem a ver apenas com atingir o orgasmo. Tem a ver consigo, com os seus sentimentos, as suas fantasias, o conhecimento do seu corpo. A maior parte das pessoas vê na masturbação uma busca saudável de prazer com inúmeros benefícios. Em muitas terapias sexuais é importante recorrer a exercícios masturbatórios, praticados em casa, para a pessoa ganhe mais confiança nas suas capacidades sexuais e tome noção de como tirar maior prazer do seu próprio corpo.

O que significa se...
o(a) meu(minha) parceiro(a) se masturba, apesar de termos uma vida sexual muito activa?
  • a masturbação dá-lhe um tipo de satisfação do sexo;
  • a masturbação é uma forma de acalmar a ansiedade, o que não tem nada a ver com sexo com um(a) parceiro(a);
  • a masturbação serve uma função específica, tal como ajudá-lo a adormecer;
  • a (o) sua(seu) companheira(o) tem grandes necessidades sexuais e a masturbação acaba por ser a forma mais segura de as satisfazer sem lhe ser infiel.
Enviar um comentário