Os portugueses o sexo e o desporto



"OS PORTUGUESES, O SEXO E O DESPORTO"


A prática de desporto em geral, e das corridas em particular, tem tirado cada vez mais preguiçosos do sedentarismo. Não falta informação disponível sobre os benefícios que o exercício físico regular traz para a saúde, porém, parece haver um certo constrangimento em falar sobre os benefícios para a vida sexual.

Embora pouco divulgados, são variadíssimos os estudos que comprovam as vantagens da prática de desporto na prevenção de dificuldades sexuais. Dos resultados verifica-se que nos homens melhora o desempenho sexual e nas mulheres ajuda o fluxo sanguíneo no clítoris, promovendo a sua capacidade de excitação.

Vejamos o exemplo da Disfunção Eréctil que pode ter causa psicológica e/ou orgânica. Em termos psicológicos é indiscutível que uma pessoa que se sinta bem consigo própria, e com o seu corpo, tem a sua auto-estima e disponibilidade sexual muito menos afectada que o oposto. Quanto à parte fisiológica, a causa mais comum é o mau funcionamento vascular, por exemplo devido a doença coronária. A prática de desporto activa o fluxo de sangue, nos vasos sanguíneos, e induz a produção de hormonas como a beta-endorfina e a dopamina, responsáveis pela sensação de bem-estar e relaxamento. A corrida ajuda ainda na prevenção de doenças como a diabetes e a hipertensão arterial, que, normalmente, apresentam um quadro deficitário em óxido nítrico, neurotransmissor que induz o relaxamento da musculatura lisa dos corpos cavernosos no pénis responsáveis pela produção da ereção.

 Se vivemos numa época em que temos, cada vez mais, portugueses a participar em diversas “maratonas”, imaginem qual seria a adesão se esta informação fosse mais divulgada!



UMA PARCERIA
TERAPIAS SEXUAIS
&

Enviar um comentário