Causas da Disfunção Eréctil

A maioria dos casos de Disfunção Eréctil surge após um período de funcionamento sexual "normal", podendo estar associados a diversos precipitantes de cariz psicossocial ou médico/biológico.
A Disfunção Eréctil no homem está, frequentemente, associada a factores psicossociais:
  1. Estilo atribucional auto-crítico;
  2. Preocupações acerca do desempenho sexual (medo de falhar);
  3. Humor negativo;
  4. Foco de atenção em estímulos não eróticos;
  5. Ansiedade sexual;
  6. Redução da sensação de excitação sexual e prazer;
  7. Dificuldades de relacionamento;
  8. Má comunicação com o parceiro.

Cerca de 10 a 20% dos casos de Disfunção Eréctil devem-se a factores psicogénicos "puros".

Podemos, também, encontrar como principais factores de risco biológicos:

A) Alterações no sistema endocrinológico:

  1. Hipogonadismo hopogonadotrófico;
  2. Hipogonadismo hipergonadotrófico;
  3. Hiperprolactinemia;
  4. Diabetes mellitus;
  5. Hiper ou hipotiroidismo;
  6. Em geral, níveis baixos de Testosterona.

B) Alterações no sistema cardiovascular:

  1. Sendo a erecção um fenómeno essencialmente vascular, é fácil compreender os efeitos negativos que um problema ao nível do sistema arterial ou venoso poderá ter. Esta é a causa mais frequente de Disfunção Eréctil, que é responsável por cerca de 60%-70% dos casos de causa orgânica.

C) Alterações no sistema neurológico:

  1. Epilepsia;
  2. Acidentes vasculares;
  3. Tumores;
  4. Traumatismos;
  5. Esclerose múltipla;
  6. Lesões na espinal medula

D) Consumo de Substâncias:

  1. Consumo do álcool - sobretudo em doses excessivamente elevadas, ou como efeito de alcoolismo crónico
  2. Consumo de drogas - cocaína, heroína e ecstasy

E) Efeitos de medicação

  1. Antidepressiva
  2. Anti-hipertensiva
A Disfunção Eréctil pode perturbar a relação conjugal ou sexual existente e ser causa de casamentos não consumados e de infertilidade.

Este problema pode estar associado à Ejaculação Prematura e ao Desejo Sexual Hipoactivo.

Os homens com Perturbações de Humor (e.g. Depressão) e Perturbações Relacionadas com Substâncias referem frequentemente problemas na excitação sexual.
Enviar um comentário