Critérios de Diagnóstico

Segundo o DSM-IV (TR) os critérios de Diagnóstico para a Disfunção Eréctil no homem, são:

A. Incapacidade persistente ou recorrente para atingir ou manter uma adequada erecção até completar a actividade sexual.
B. A perturbação causa acentuado mal-estar ou dificuldade interpessoal.
C. A Disfunção Eréctil não se explica melhor por outra perturbação, excepto se for outra Disfunção Sexual, e não é devida exclusivamente aos efeitos fisiológicos directos de uma substância (por exemplo, uma droga de abuso, uma medicação) ou um estado físico geral.
Para determinar o tipo e graude Disfunção Eréctil é muito importante conhecer a história individual.
Depois, interessa caracterizar os antecessores de doença:
  • Hipertensão arterial;
  • Diabetes;
  • Doenças cardiovasculares;
  • Insuficiência hepática;
  • Insuficiência renal;
  • Doenças urológicas;
  • Doenças oncológicas;
  • Doenças neurológicas;
  • Doenças psiquicas.

Depois importa inquirir os hábitos:

  • Tabágicos;
  • Alcoólicos;
  • Tóxicos
  • Medicação.

Conhecer:

  • História sexual;
  • História sentimental;
  • História amorosa.

Enviar um comentário