Vergonha ainda impede análise à próstata

Em Portugal surgem por ano entre três a quatro mil novos casos de cancro da próstata, a doença oncológica que mais mortes provoca no homem: entre 1400 a 1600 anualmente. Doenças e mortes evitáveis se os homens perdessem a vergonha e fizessem o despiste da doença junto do médico, antes mesmo dos sintomas, e enquanto ainda existem mais hipóteses de tratamento eficaz.


O médico urologista Tomé Lopes, vice-presidente da Associação Portuguesa de Urologia, admite ao CM que muitos homens ainda sentem vergonha e não fazem o exame à próstata. "Sentem-se inibidos porque, apesar de ser um exame genital muito simples e necessário, implica o toque rectal e muitos não gostam", justifica o clínico.


Segundo o especialista, os tratamentos são mais eficazes quanto mais cedo e em fase inicial for detectada a doença. Um dos tratamentos mais recentes é a braquiterapia – colocação de sementes radioactivas no tumor –, uma técnica terapêutica que não é comparticipada pelo Serviço Nacional de Saúde e é suportada totalmente pelo doente. Pode ascender aos 15 mil euros, dependendo do número de sementes a colocar.


Segundo Tomé Lopes, este tratamento não tem indicação clínica universal, apenas um número muito seleccionado de doentes se pode submeter, passando os critérios pela idade (não pode ser muito jovem) e o tipo de tumor. Outros tratamentos incluem a cirurgia, com remoção da próstata, e radioterapia.


VACINA CONTRA O CANCRO ATÉ AO FINAL DO ANO
A ministra da Saúde garantiu que a vacina contra o cancro do colo do útero será distribuída a partir do último trimestre de 2008, como estava previsto, respondendo a dúvidas do CDS-PP sobre eventuais atrasos no processo. "Disse há dois meses na Assembleia da República que a vacina estava prevista para o último trimestre do ano e mantenho o que disse", afirmou a ministra Ana Jorge, sublinhando que o concurso já foi lançado para escolher a empresa farmacêutica que vai fornecer a vacina. Verbas para a aquisição das vacinas já há, tendo sido aprovada esta semana uma resolução do Conselho de Ministros que inclui uma verba no valor de 14 milhões de euros.


SAIBA MAIS


PSA - Uma análise ao sangue revela se o antigénio específico da próstata (PSA) apresenta tumor.

346 - mil novos casos de cancro da próstata surgem todos os anos na Europa.


50 - anos é a idade a partir da qual deve ser feito o despiste anualmente. Os homens de raça negra ou com antecedentes familiares devem fazer a partir dos 45 anos.


DISFUNÇÃO ERÉCTIL - Este cancro não causa impotência, apenas alguns tratamentos.


In Correio da Manhã, Cristina Serra, 14Setembro2008
Enviar um comentário