Mulheres solteiras

"Elas são solteiras porque querem..."
"Há milhares de mulheres felizes sem terem uma relação amorosa estável"


Não há nenhum estudo conhecido sobre a matéria, com dados ou números concretos, mas entre psicólogos e sociólogos a constatação de que há cada vez mais mulheres solteiras por convicção é consensual. Segundo o psicólogo Fernando Mesquita, este comportamento surgiu depois da emancipação das mulheres e generalizou-se com a cada vez maior oportunidade das mulheres assegurarem a sua independência financeira e emocional.

"Agora o destino das mulheres já não é serem mães e donas de casa. Por isso, há cada vez mais mulheres que não escolhem esse destino e consideram antiquado. Agora, há uma dedicação e entrega muito maior ao trabalho", comenta.

Para o especialista, a ausência de uma relação afectiva tem vários aspectos positivos, nomeadamente o facto da solteira "poder fazer o que quer, sem ter de agradar e esperar pela decisão dos outros". "Partilhar uma vida e uma casa com outra pessoa também traz dificuldades e, muitas vezes, as mulheres não querem ter esse trabalho. Isso nota-se, especialmente, nas mulheres que depois de se divorciarem nunca mais investem conscientemente numa relação afectiva estável e duradoura", menciona.

A tolerância, ou falta dela, pode ser a resposta para muitas destas opções. "Se as coisas não estão a correr pelo melhor numa relação, pode ser mais fácil terminar. Infelizmente, ainda continuam a haver muitas mulheres agarradas a amarras culturais, no passado, as mulheres é que tinham de se sujeitar. Hoje já não é assim" garante.

Apesar disso, Fernando Mesquita reconhece que ainda há mulheres "olhadas de lado" pelas opções que tomaram. "A sociedade ainda espera muito que a mulher seja, pelo menos mãe. A parte do não casar já está um pouco ultrapassada porque uma coisa é ser solteira, outra é não ter nenhuma relação afectiva. Agora, uma mulher não ter filhos por opção é que já se torna mais suspeito para a sociedade", acrescenta.

Fernando Mesquita diz que é impossível dizer se uma pessoa solteira é mais, ou menos feliz do que as outras. "A felicidade das pessoas resulta das opções que fazem e da forma como se vive com elas", sublinha.


Entrevista dada a Alexandra Ho, Jornal 24 Horas (30/03/2010)

5 comentários:

Anónimo disse...

Acho que tudo é uma questão de escolha. Fiz um post sobre isso esta semana no Ponto Rouge.

beijo rouge

Dani

Anónimo disse...

乳交挑逗淫婦色情俱樂部成人色情成人影片視訊網愛聊天室免費色情網情色區火辣美女情色性愛成人影音聊天成人色情網站全裸美女圖片成人裸照sex辣妹裸體美女全裸圖成人區av女情色內容情色自拍貼圖成人色情網性愛論壇一對多性伴侶成人聊天室撫摸淫美成人論壇女人奶頭女生自慰影片台灣女優美女視訊一絲不掛一夜正妹成人影像巨乳大奶子情色性愛貼圖情色王國做愛視訊火辣情色台灣情色網情色聊天網性愛技巧淫娃情色成人巨乳辣妹性愛知識性經驗

Anónimo disse...

eu tambem acho, alias e uma tendência contemporânea, ja q a mulher e cada vez mais independente!
passando aq para deixar um beijo e desejar uma pascoa de muita harmonia!
BJSS
LEO

Louise Oliveira disse...

Concordo com o texto, as mulheres estão mesmo emancipadas. Mas ainda existi mesmo o preconceito sobre isso. Sou mãe, separada e noto que ainda há a exigência da sociedade de uma mulher ser casada e não criar filhos sozinha.
Gostei do blog. Bjs! Lu

Fernando Eduardo Mesquita disse...

Olá

pontorouge, LEO e Louise Oliveira,

obrigado pelos vossos comentários, é sempre bom saber que temos alguém que gosta de "perder" algum tempo com o que escrevemos.

:D

Abraços e beijos...