Perguntas e Respostas - Tenho Disfunção Eréctil


"Sou homem... e sofro de uma Disfunção Eréctil"

Aqui fica mais um pedido de ajuda de um leitor do BLOG.
Aproveite e dê o seu apoio através de um comentário!

Estes testemunhos são reais e poderão ajudá-l@ a compreender também os seus problemas...
PARTILHE AS SUAS EXPERIÊNCIAS ... AJUDE OS OUTROS !!!


Sou XXXXXXX

Sou homem, heterossexual nascido a XX/XX/1955, (54 anos) e sofro de uma disfunção eréctil. Este problema apareceu-me aos 47 anos, mas foi-se agravando e agora não consigo mesmo uma pequena erecção.

Comecei por ter várias vezes falta de erecção e quando conseguia verificava que a ejaculação era precoce, mal introduzia o pénis... ejaculava logo de imediato.

O meu médico receitou-me o “CIALIS” que tomei vários anos, agora este medicamento já não me faz qualquer efeito.

Há a salientar que sofro de diabetes tipo 2 e ultimamente a tenho tido problemas de tensão alta.

Gostaria de saber se há quaisquer radiografias a fazer aos tecidos cavernosos do pénis ou outras partes do corpo para conseguir descobrir de onde vem, o mal. Ou se haverá outra solução mesmo com cirurgia para o meu problema, visto que já contactei dois médicos de urologia, e fiquei na mesma.

Solicito resposta


A nossa Resposta


Caro amigo,

na realidade a Diabetes e a medicação para a Hipertensão são factores agravantes para o surgimento de Disfunção Eréctil. Existem diversos exames para avaliar a componente orgânica/fisiológica da Disfunção Eréctil, tais como:
.
  • Regiscan
  • Ecógrafo Triplex
  • Doppler colorido do pénis
  • Cavernosometria
  • Entre outros

Os mesmos, deverão ser realizados por um médico especialista (e. g. urologista), que mediante a história da pessoa realiza o(s) exame(s) que considera mais adequados para o problema.

Relativamente aos tratamentos, felizmente, hoje em dia existem diversas alternativas para ajudar a ultrapassar a Disfunção Eréctil. Além do recurso a medicamentos como o Cialis, Viagra ou Levitra, poderá, em conjunto com o seu médico, ponderar sobre o uso de:
.
  • Bomba de vácuo com aplicação de anel;
  • Caverjet;
  • Cirurgia vascular;
  • Prótese peniana.

Em algumas situações o processo deverá incluir, para além do médico/urologista, um sexólogo para a realização de uma Psicoterapia ou Terapia Sexual – individual e/ou de casal.

De qualquer forma, será importante falar com o seu médico e procurar em conjunto qual a melhor solução para o seu caso.

Espero, sinceramente, ter conseguido ajudar. Um abraço,

Fernando Eduardo Mesquita
Psicólogo/Sexólogo Clínico
Tel: 969091221



Veja outras questões dos nossos leitores aqui.
Veja outras respostas nos comentários e aproveite para deixar também a sua ajuda a este leitor.
Enviar um comentário