Traiu-me com uma colega



"Traiu-me com uma colega de trabalho"


Aqui fica mais um pedido de ajuda de um leitor do nosso BLOG.
Aproveite e dê o seu apoio através de um comentário!

Estes testemunhos são reais e poderão ajudá-l@ a compreender também os seus problemas...
PARTILHE AS SUAS EXPERIÊNCIAS ... AJUDE OS OUTROS !!!

(Nota: alguns destes pedidos serão publicados na Revista ANA de forma anónima)


"Recentemente descobri que o meu marido me traiu com uma colega.
Ele disse-me que foi um deslize e que nunca mais iria acontecer,
mas continuam a trabalhar juntos.
Tudo isto faz com que a nossa relação comece a ficar insuportável.”

A.S. – Águeda


 
A nossa resposta

Cara leitora,

algumas pessoas aceitam mais facilmente uma traição que outras. Para algumas pessoas, uma traição é um ato imperdoável, enquanto para outras é algo que apesar de ser difícil não é o suficiente para acabar uma relação.

A descoberta de uma traição numa relação conjugal causa, geralmente, na pessoa traída, um enorme sofrimento, diminuição da auto-estima, depressão, afastamento social e, em casos extremos, falta de vontade de viver.

Quando existe uma reconciliação, habitualmente, as pessoas traídas têm um desejo enorme em saber o ínfimo detalhe do que se passou. Não se prenda neste tipo de raciocínio e pense no que a levou a querer manter o casamento com o seu marido.

Por muito que tente não irá esquecer o sucedido e é natural que, por vezes, se sinta envolvida em questões e dúvidas sobre a sua decisão. Encare isso como algo que faz parte do processo de aceitação. Lembre-se que embora estas questões possam surgir de forma esmagadora elas irão diminuir com o tempo, se o seu marido for dando provas que está arrependido e que poderá voltar a confiar nele.

Ponderem procurar ajuda de um terapeuta conjugal se continuarem a ter dificuldades neste processo.

Obrigado pela sua questão


Fernando Eduardo Mesquita
Psicólogo - Sexólogo Clínico
Tel: 969091221



UMA PARCERIA
TERAPIAS SEXUAIS
&




Veja outras questões dos nossos leitores aqui.
Veja outras respostas nos comentários e aproveite para deixar também a sua ajuda a este leitor.

Importante: se tiver alguma questão a colocar deverá enviar mail para: psicologiananet@gmail.com

Enviar um comentário