Fetiche Vs Desejo Sexual






“O fetiche pode afetar-lhe o apetite sexual?”


Aqui fica mais um pedido de ajuda de uma leitora do nosso BLOG.
Aproveite e dê o seu apoio através de um comentário!

Estes testemunhos são reais e poderão ajudá-l@ a compreender também os seus problemas...
PARTILHE AS SUAS EXPERIÊNCIAS ... AJUDE OS OUTROS !!!

(Nota: alguns destes pedidos serão publicados na Revista ANA de forma anónima)


“Tenho 19 anos, o meu namorado 22. Namoramos há um ano mas só aos 8 meses é que fizemos sexo pela primeira vez, devido a um trauma relacionado com nudez e sexo que ele tinha. O facto de desde pequeno ter um fetiche por pés, fez com que sempre desviasse o objeto sexual para essa zona e não se interessasse por sexo, o que dificultou ainda mais o processo.

Com a ajuda de um psicólogo conseguimos resolver o trauma sexual dele e perdemos a virgindade um com o outro (aos 19 e 21 anos respetivamente). Tudo isto aconteceu em Dezembro.

Ele diz que gosta de estar comigo dessa forma, apesar de achar que as pessoas dão demasiada importância ao assunto. Desde Dezembro até agora, só fizemos sexo umas 5x (aproximadamente 1x por mês). Se considerarmos que vivemos os dois acompanhados e estamos juntos 2 a 3x por semana, talvez seja normal a falta de oportunidade.

No entanto, há um dia em que estamos sempre sozinhos e raras são as vezes em que ele toma essa iniciativa. Tenho de ser sempre eu a tomá-la. Ele não se importa que eu a tome, e até prefere que assim seja, uma vez que prefere fazer as coisas à minha maneira. Até agora todo o nosso namoro tem sido baseado em discussões por sexo: durante uns 5 meses, pelo trauma dele e por eu achar que ele não gostava totalmente de mim; agora, porque eu sinto uma vontade sexual enorme de estar com ele que ele não sente.

O facto de ele ter um fetiche por pés e preferir essa zona do corpo como objeto de prazer pode estar a interferir com o apetite sexual dele? Sempre que estamos juntos dessa forma, apesar de ele conseguir ter erecção sem os meus pés, normalmente usamo-los como preliminares e é algo que funciona bem.

Não consigo deixar de sentir-me culpada por pensar tanto no assunto, que era algo em que não pensava até o ter feito com ele. Muitas das vezes nem tenho vontade disso, mas quero fazê-lo na mesma e não entendo o porquê. O meu namorado diz que não há qualquer problema, que era pior se eu não quisesse fazer, porque significaria que já não gostava dele, mas por vezes sinto que ele faz sexo comigo apenas por favor. E o facto de só o fazermos 1x por mês ou às vezes nem isso, não ajuda e só me faz sentir mal.

Pode dar-me uma opinião?

Obrigada. Cumprimentos. ”

V.M. – Lisboa



A nossa resposta

Cara leitora

o desejo sexual varia de pessoa para pessoa e, na mesma pessoa, por diversos motivos (monotonia, conflitos relacionais, stress do dia-a-dia, falta de comunicação, risco de perder o emprego, ausência de partilha de afetos cansaço, duração e tipo de relação amorosa estabelecida, alterações hormonais, etc.). Alguns homens referem ainda que a existência de um problema sexual (por exemplo, dificuldades de ereção ou do controlo ejaculatório) foram o principal motivo para passarem a evitar os momentos mais íntimos com receio de serem criticados ou, de alguma forma, sentirem-se incapazes de dar prazer sexual suficiente à parceira. Também, não são raros os casos em que alguma medicação, estado de saúde ou desequilíbrio hormonal, afeta o desejo.

Erroneamente, muitas pessoas pensam que a diminuição de desejo sexual é sinónimo de falta de paixão ou amor.

Dentro do mundo diversificado da sexualidade existem muitos tipos de comportamento diferentes. Alguns são mais comuns do que outros, mas só por serem diferentes, não significa necessariamente que sejam errados.

Penso que foi muito importante o passo que o seu namorado deu em partilhar esse fetiche consigo. Muitos fetichistas não conseguem ter desejo, excitação e prazer se o objecto de desejo, que no caso do seu namorado são os pés, não estiver presente durante a relação sexual. Se considera que pode ser o caso do seu namorado, e que isso está a interferir na vossa vida amorosa e/ou relacional, será importante recorrerem a uma terapia sexual de forma a dessensibilizar a dependência dele a esse estímulo.

Como pode ver, existem diversos motivos que podem ser responsáveis pela falta de desejo do seu namorado. Caso as dificuldades persistam, será importante falar com o seu namorado e ponderarem ajuda especializada.

Obrigado pela sua questão


Psicólogo - Sexólogo Clínico
Tel: 969091221


Veja outras questões dos nossos leitores aqui.
Veja outras respostas nos comentários e aproveite para deixar também a sua ajuda a este leitor.

Importante: se tiver alguma questão a colocar deverá enviar mail para: psicologiananet@gmail.com

Enviar um comentário