Kokigami - já ouviu falar?



Certamente você já ouviu que no amor e na guerra vale tudo e no sexo as condições são as mesmas, por isso deixar os medos e tabus de lado é uma grande forma de desfrutar a experiência, algo que inclusive culturas milenárias como a japonesa aprenderam a fazer. Você duvida? Descubra o que é o Kokigami e o que tem a ver com o sexo.

É algo como o origami?
Sim, pode ser visto como algo do tipo! O kokigami é um preliminar japonês que consiste em fantasiar o pénis com um traje de papel para surpreender e seduzir a/o companheira/o, algo que pode parecer estranho no começo, mas se pensarmos bem as lojas que comercializam produtos sexuais estão cheias de fantasias para o pénis, e embora hoje em dia nós levemos na brincadeira, para esta cultura era um sério assunto de sensualidade.

E de onde vem esta ideia?
Como muitas coisas nesta cultura, o assunto também é milenar, era realizado pela aristocracia japonesa no século VII. O homem envolvia o órgão sexual com lenços de seda e fita, criando diversas formas para depois apresentar para a sua amante, que o desenrolava com desejo e paixão aumentando a "temperatura". A ideia era prolongar o prazer, e era muito comum os homens fazerem embrulhos muito complexos, para que a mulher demorasse mais para conseguir desembrulhar o “presente”.  E foi deste costume que o kokigami, a arte de fantasiar o pénis, nasceu.

E hoje em dia?
Atualmente a prática ainda é comum, mas ao invés de se usar tecidos caros, como antigamente, usa-se papel de seda, e em vez de formas criadas pelo homem são feitas figuras específicas, similares a um origami, mas com uma finalidade bastante diferente. Uma divertida experiência com um toque de erotismo e bastante história.


Mesmo na Internet, a divulgação desta prática é escassa, talvez porque o assunto foge um pouco do tradicional. Mas, se ficou curioso/a, poderá encontrar alguns livros à venda com kokigamis preparados!


 Adaptado do original de Sara Viega, umcomo.com.br

Veja também:

Enviar um comentário