O segredo dos casais felizes

Apesar da ciência comportamental não ser a mais exata das ciências, isso não significa que as pesquisas realizadas não revelem dados bastante interessantes. Veja alguns dos resultados mais surpreendentes de alguns destes estudos:

TAXA DE INTERAÇÕES POSITIVAS




Os casais mais felizes têm 5 interações positivas por cada interação negativa. Já os casais que se divorciam têm apenas 0.8 encontros felizes por cada interação negativa.


Antes de gastar dinheiro numa grande festa, avalie como está a vossa relação – vocês são bons amigos ou passam o tempo todo a discutir? Não adianta insistir na ilusão de que tudo vai melhorar. Tem que ser bom agora.


Não é tão difícil ter mais interações positivas do que negativas numa relação; mas é preciso um pouco de esforço de ambas as partes.

COMPARTILHE


Positiva ou negativa, uma nova interação também pode ser igualmente eficiente.

Compartilhar novos momentos é muito simples: os casais podem fazer coisas fáceis que nunca fizeram juntos, como caminhar à noite ou ir a um restaurante que ainda não conhecem na sua própria cidade, bem como planear coisas mais elaboradas, como viajar para um lugar novo ou fazer um curso juntos.

Rir em conjunto pode ajudar mais ainda. Numa pesquisa, os casais que precisaram de se lembrar de uma história que envolveu “risada compartilhada” relataram estar mais satisfeitos com seu relacionamento do que casais que tiveram que lembrar apenas interações positivas da relação.

ENTRE QUATRO PAREDES


A intimidade do casal desempenha um grande papel na felicidade do casamento. Como diversos estudos já mostraram, o sexo tem inúmeras vantagens – inclusive deixar um relacionamento mais bem sucedido.

APOIO CRUCIAL


As pesquisas indicam que a forma como as pessoas celebram as boas novidades do parceiro é crucial para fortalecer os laços numa relação. Isso significa, na prática, que queremos estar com alguém que deseje o melhor para nós, que nos apoie e que fique feliz com nossas conquistas.

Quando ouvem uma boa notícia do seu(ua) parceiro(a), os casais felizes:
  • Mostram entusiasmo;
  • Fazem perguntas;
  • Elogiam e parabenizam;
  • Revivem sua experiência ao lado da pessoa.

Um estudo mostrou que as pessoas que tiverem essa atitude 3 vezes por dia durante uma semana se sentiram mais felizes e menos deprimidas ao final desse período.
Apoiar seu parceiro vai além de ajudar o outro – é bom para ambos.

DISCUTIR OU BRIGAR?
O “estilo” com que os casais discutem também importa – e muito – na felicidade da relação.
Quando os casais felizes brigam, eles tendem a diminuir a tensão
  • Usando o humor;
  • Expressando carinho;
  • Cedendo a alguns argumentos de seu(ua) parceiro(a).
Quando casais infelizes brigam, eles
  • Criticam;
  • Mostram desprezo;
  • Reviram os olhos;
  • Agem defensivamente;
  • Partem para ofensas;
  • Ignoram.
ESTATISTICAS


Segundo um estudo britânico de 20 anos, as pessoas mais felizes no casamento:
  • Estavam casadas por 5 anos ou menos;
  • Não tinham filhos;
  • Tinham diploma universitário;
  • O homem estava empregado.
Independentemente desses fatores, no entanto, outra pesquisa mostrou que casais que sabem ver o lado positivo do seu casamento têm 94% mais chances de ter um futuro feliz juntos.

FILHOS


Por ser uma parte tão importante da vida dos casais, eles também influenciam bastante na felicidade do relacionamento. 

Adaptado do original de HypeScience


Enviar um comentário