Sexualidade de pessoas com deficiência

Se a sexualidade é um tabu, a vida sexual das pessoas com deficiência é um assunto ainda mais delicado.
Para romper esse preconceito, o projeto dinamarquês LigeLyst promove a educação sexual de jovens com paralisia cerebral, amputados, cadeirantes e outras condições.
A ideia é trabalhar especificamente a dificuldade de cada um, por meio de palestras e aconselhamento, para desenvolver uma sexualidade saudável e segura.
Para estimular esse debate e inspirar educadores a tratarem o tema de forma mais consciente, o LigeLyst apresentou uma exposição sobre a sexualidade de pessoas com deficiência. Confira:
Julie é autista e tem Transtorno do Déficit de Atenção

Kasper é surdo desde os 6 anos

Mie perdeu boa parte da visão
Mulle, que nasceu com paralisia cerebral, teve um filho com Sonny
Stine tem paralisia cerebral
Tina nasceu sem a mão direita e perna direita
Vickie e Thomas têm paralisia cerebral
O casal namora há cerca de um ano e planeia casar

Original em: Catraca Livre

Enviar um comentário