Mal tento penetrar perco a ereção



Aqui fica mais um pedido de ajuda de um leitor do nosso BLOG.
Aproveite e dê o seu apoio através de um comentário!

Estes testemunhos são reais e poderão ajudá-l@ a compreender também os seus problemas...
PARTILHE AS SUAS EXPERIÊNCIAS ... AJUDE OS OUTROS !!!

(Nota: alguns destes pedidos serão publicados na Revista ANA de forma anónima)



"Boa noite doutor, 

desculpe estar a incomodar mas estou mesmo a precisar de ajuda e estou um pouco perdido. Chamo me XXXXX e tenho um problema do qual já não consigo pensar em soluções pois já perdura à cerca de 7 meses. 

Sou um rapaz de 20 anos (virgem) e à cerca de 7 meses conheci a minha actual namorada (ja teve varias experiências sexuais) da qual estou completamente apaixonado. Desde a primeira vez que tentamos estar juntos que tive problemas a obter uma ereção de modo a puder realizar o acto sexual. Desde então e ao longo destes 7 longos meses tentamos bastantes vezes e não conseguimos. 

Cheguei a visitar um urologista e um endocrinologista dos quais fiz análises hormonais e chegou se à conclusão que o problema é muito provavelmente psicológico. O urologista receitou me cialis, cheguei a tomar mas a minha namorada não se sentiu confortável e por isso não realizamos o acto sexual (sentiu-se pressionada). 

Há pouco tempo consegui chegar ao momento da penetração mas mal isso aconteceu perdi rapidamente a minha ereção. 

Estou completamente desesperado e passo os dias a pensar no mesmo e em como resolver este problema que me anda a assombrar. Acha que devo visita-lo ou será algo que com o tempo e mais persistencia irá resolver-se? 

Estou a precisar de ajuda urgentemente. 

Obrigado"


A NOSSA RESPOSTA

Caro leitor 

existem causas físicas, psíquicas/psicológicas, ou conjuntas, apontadas para as dificuldades de ereção. Uma vez que refere ter sido avaliado por um médico e que este lhe disse ser um problema psicológico, vamos tentar analisar o seu caso sob este ponto de vista. 

Muitos homens têm dificuldade de ereção na primeira relação sexual. Então, por que motivo uns conseguem ultrapassar essa situação e outros não? Tudo depende da importância que atribuem a essa dificuldade! Se assumir que esse acontecimento é uma “catástrofe” para a sua autoconfiança e masculinidade, então muito provavelmente vai ter dificuldade nas próximas vezes. E porquê? Porque vai aumentar o seu estado de ansiedade, que é dos principais meios para “atrapalhar” aquilo que tanto deseja! 

Nestes casos estabelece-se um ciclo vicioso em que, após uma experiência que correu mal, existe uma extrema ansiedade de antecipação e/ou preocupação excessiva, para que tudo corra perfeitamente e que se mantenha a ereção, que acaba por ter o efeito oposto. É muito importante que perceba este ciclo vicioso e que procure evitá-lo: relaxe, não desista se começar a sentir que está a perder a ereção. 

Foque-se nas zonas do corpo que mais gosta na sua namorada. Se tiver dificuldade em manter a ereção aproveite para desfrutar do momento através de massagens, beijos, carícias etc. 

Numa relação amorosa o importante é o prazer que se pode ter e proporcionar à outra pessoa, quer seja com, ou sem, a presença de ereção, orgasmo e/ou ejaculação. Quanto mais exigente for consigo mesmo, para ter uma ereção, mais difícil será que ela surja e que se mantenha. 

Se as dificuldades persistirem procure ajuda de um terapeuta sexual.


Psicólogo - Sexólogo Clínico
Tel: 969091221


VEJA AINDA:


Importante: se tiver alguma questão a colocar deverá enviar mail para: psicologiananet@gmail.com



Dr. Fernando Eduardo Mesquita

Psicologia Clínica / Sexologia Clínica
Terapia Cognitivo Comportamental / Terapia EMDR

Avenida Elias Garcia, 137, 4º
1050-099 Lisboa
Tel: 969091221
Tel: 213145309

Avenida Almirante Reis, 186 R/C Esq.
1700-093 Lisboa
Tel: 969091221
Tel: 218477024
Exibir mapa ampliado




Enviar um comentário