Desejo Sexual

O Desejo Sexual é visto como um fenómeno subjectivo e comportamental extremamente complexo. Existem diversos factores que constribuem para o Desejo Dexual:
  1. as fantasias;
  2. os sonhos sexuais;
  3. a iniciação à masturbação;
  4. a receptividade d@ companheir@;
  5. as sensações genitais;
  6. as respostas aos sinais eróticos no meio ambiente;
  7. etc.

O Desejo é o que dispõe a pessoa à actividade sexual e compõe-se de três atitudes:

  1. a motivação - é o efeito sexual causado por alguma coisa do ambiente sobre a pessoa, seja a cultura, seja outra pessoa;
  2. o estímulo sexual- se a motivação é a disponibilidade para o sexo, decidir com o quê, como, quando, onde e com quem fazer esse sexo é papel do estímulo sexual;
  3. o impulso sexual - é a parte do desejo que se experimenta no corpo e que estimula a actividade sexual imediata. Provavelmente é o resultado da activação das redes neuronais do sistema nervoso central e será percebido como uma inclinação para o sexo, vulgarmente definido pela palavra "tesão" ou "excitação" sexual.

Quando surge a excitação sexual podemos dizer que, basicamente, o organismo está preparado para uma actividade sexual.

Adapatado do original de Revista Psique Ed. 31

Outros textos sobre Desejo Sexual:

Menopausa - viver em pleno a sexualidade

Sexo: Curtir no Verão, procriar no Inverno

Viciado em sexo

Prazer no Feminino

Enviar um comentário